porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Parangolé se justifica e quer voltar a Palmeira



leosantana-tl-20101107

Em nota enviada à redação do Portal Estadão Alagoas por um integrante da equipe de produção da banda, a turma do Parangolé tenta justificar os motivos que levaram ao “mico” desta terça-feira (25).

Numa comprovação de jornalismo imparcial, reproduziremos a nota sem que tenhamos que manifestar qualquer juízo, o que fica para o leitor que vem acompanhando este indigno imprevisto.

Outrossim, os responsáveis pela “Produção” já foram contatados para falarem ao Estadão, explicando se assim desejarem, sua versão sobre o ocorrido.

Vale adicionar que todos os elementos divulgados pelo Estadão durante todo o desenrolar deste fato, foram colhidos junto aos produtores da coisa.

Leia e interprete a nota do Parangolé.

1964189_831911966825160_1492285889_nMatéria correlacionada;

http://www.estadaoalagoas.com.br/geral/parangole-da-o-troco-palmeira-nao-tem-estrutura.htm

 


3 comentarios sobre “Parangolé se justifica e quer voltar a Palmeira”

  1. anti-carnevales. disse:

    Bota a mão na cabeça que vai começar…É o enrrolachiomchion o enrrolachion,o enrrolachion…

  2. Vá gritar em outro terreiro! disse:

    Assim é bom demais! Com toda a desorganização que foi o bloco, essa turma aí que se diz banda saiu de Alagoas surrupiando 60 mil reais.
    Sendo assim, quem aplicou o enrolation maior nessa história toda foi parangolé, que levou quase 90% do cachê, sem tocar nada, que aliás já nem toca mesmo, é só gritaria sem letra nem melodia.
    VÁ GRITAR E ENROLAR EM OUTRO TERREIRO!
    E os responsáveis pelo bloco que respondam por seus atos!

  3. HAVALAN disse:

    Vc foi muito feliz quando escreveu “os produtores da coisa”. Pq foi uma “coisa” mesmo. Um show de incompetência, irresponsabilidade e falta de compromisso de quem organizou o evento. E agora quem vai pagar as 180 pessoas saídas de Maceió para Palmeira dos Índios?? Quem vai devolver o dinheiro das pessoas que compraram os abadás. E o constrangimento de quem foi fantasiado com o abadá e não houve o evento ?? e os trabalhadores ?? Total falta de responsabilidade de quem organizou o evento. Quem assim procedeu deve responder por tudo. Pagar cada centavo…A denúncia deve ser feita na Polícia e na Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey