porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Suposta ‘juíza’ é presa em flagrante por racismo no Paraná. Veja vídeo

Estado é pioneiro em campanha contra preconceito institucional nas repartições públicas



Uma mulher identificada como “suposta” juíza federal foi presa em flagrante por racismo na cidade de Campo Mourão, no Paraná.

O vídeo viralizou na internet, mas não há outros registros sobre este caso. Apesar disso o estado foi pioneiro em  campanha institucional sobre racismo.

 As imagens mostram que a mulher havia se desentendido com o PM, identificado como Cabo Lourenço, e em meio à discussão, chamou o policial de “negão”.

De acordo com as informações do blog do Gilberto Lima, a mulher passou a discutir com o militar porque o filho dela foi flagrado dirigindo bêbado e dando cavalos de pau no centro da cidade.

Após ser chamado de “negão”, o policial deu voz de prisão à mulher e a colocou na parte traseira da viatura. Em seguida, ela foi algemada. A ação do PM foi aplaudida pelas pessoas que acompanhavam o bate-boca.

 

 

Fonte: Agências


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey