porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Renan é o quarto parlamentar mais influente do Congresso Nacional

Senador é apontado pelo Diap como articular e trânsito livre entre todas correntes políticas



Ascom

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), é o quarto parlamentar mais influente do Congresso Nacional. Esta é a 17ª vez que Renan Calheiros é considerado um dos “cabeças” do Parlamento brasileiro. A classificação é fruto de uma pesquisa que o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) realizada todo o ano, desde 1994.

 

O levantamento do Diap de 2013, realizada entre 25 de setembro e 8 de novembro, considerou que 61 deputados federais e 39 senadores comandam o processo decisório nas duas Casas legislativas. Para a classificação dos parlamentares são levados em conta as atividades profissionais, os vínculos com empresas ou organizações econômicas ou de classe, a formação e vida acadêmica, além de levantamentos minuciosos de pronunciamentos, apresentação de proposições, resultados de votações, intervenções nos debates do Legislativo, entre outros atributos parlamentares.

 

Os parlamentares são identificados e classificados em cinco categorias: debatedores, articuladores/organizadores, formuladores, negociadores e formadores de opinião. Renan, pelos critérios do Diap, é classificado como “articulador”, assim definido como “parlamentar com excelente  trânsito nas diversas correntes políticas, cuja facilidade de interpretar o pensamento da maioria o credencia a ordenar e criar as condições para o consenso”.

 

Com três mandatos de senador, Renan Calheiros, é advogado e produtor rural, e destaca-se no Congresso Nacional como debatedor. Em 2013, foi eleito pela terceira vez presidente do Senado Federal e do Congresso Nacional, tendo iniciado sua trajetória política no movimento estudantil. Foi deputado estadual, federal e ministro da Justiça no governo FHC.

https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/u/0/?ui=2&ik=ad5881930e&view=att&th=142539a3a1689ecb&attid=0.2&disp=inline&realattid=bb262857aba3c5d5_0.4&safe=1&zw&saduie=AG9B_P8YcQyiPd3-uSpxpT-hRKNX&sadet=1384394682110&sads=-lElmgmbKmHEGn4oyYCRTRzI8NY

Na Assembleia Nacional Constituinte, foi autor da proposta que tornou facultativo o voto aos 16 anos. Parlamentar articulado, com forte trânsito e de boa formação, em 1995 presidiu a Comissão Representativa do Congresso e ocupou a 2ª Secretaria da Mesa, quando coordenou um grupo de trabalho que iniciou o processo de modernização do Senado. No período de 2001 a 2004, liderou o partido na Casa.

O atual presidente do Senado é um dos operadores no Congresso em matérias de justiça, segurança e cidadania. Relatou, em 2002, a medida provisória que regulamentou o pagamento de benefícios a anistiados políticos. Em 2003, Renan foi relator do programa Bolsa Família, que se transformou no principal programa social do Governo Lula.

Trabalhou pela aprovação do Estatuto do Desarmamento e foi autor do projeto de resolução que convocou, em 2005, o referendo sobre a proibição de comercialização de armas de fogo no Brasil. Relatou na CCJ, entre outras matérias, a PEC 103/2011, que dispõe sobre a divisão do ICMS entre os estados na venda de produtos pela Internet e que se encontra na Câmara como PEC 197/2012 aguardando criação de comissão especial.

Presidente do PMDB em Alagoas, e senador proeminente do partido, Renan Calheiros é um importante aliado do governo Dilma no Parlamento.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey