Presos acusados de matar pedreiro em União dos Palmares



1O delegado Isaías Rodrigues, da 11ª Delegacia regional de Polícia (11ª DRP), informa nesta sexta-feira (13), detalhes sobre a ação deflagrada no município de União dos Palmares, que resultou na prisão de três acusados de homicídio.

Durante a operação foram presos, Eduardo Santos Bezerra, de 20 anos, conhecido como “Gordo’ ou “Bola”, Wellington Pereira da Silva, 18 anos, “Etinho”, e o menor J,G.S, foi apreendido.  Eles são acusado de executar na madrugada da última terça-feira, dia 10, o pedreiro Rafael da Silva Ferreira.

Com Eduardo os policiais apreenderam um revólver calibre .32, e com Wellington uma espingarda de cano serrado, de fabricação artesanal.

Na ação que foi realizada por policiais civis da 11ª DRP, e militares do 2º Batalhão, o quarto acusado do homicídio, Jailson Galdino da Silva, ao perceber a presença dos policiais militares, disparou tiros que foram revidados e o atingiram, e ele foi socorrido para a unidade de saúde da cidade, onde veio a falecer. Com Jailson foi apreendido um revólver calibre .32.

Segundo o delegado, o adolescente apreendido, relatou que o motivo do crime, teria sido porque alguns dias atrás, a vítima teria tentado assassinar a mãe dele.

“Conforme o menor, na fuga do ato criminoso que Rafael realizou, deixou cair o celular na rua, então ele pegou aparelho telefônico, e viu fotos da vítima e de sua companheira”, disse o delegado.

Testemunhas relataram que era madrugada quando homens quebraram a vidraça da porta da frente, invadiram a residência da vítima, e o mataram com facadas, e tiros. “O homicídio foi realizado com requintes de crueldade, causando grande comoção na cidade”, concluiu a autoridade policial.

 

 

PC/AL


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey