porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Como será hoje?



cse

Hoje tem jogo do CSE e há de se acreditar que, se o time ganhou na casa do adversário, aqui em sua própria rinha o resultado seja de goleada, de forma que consinta ao técnico descansar alguns titulares, e aproveitar inclusive, goleiro com dedos despedaçados.

Mas já se foi o tempo em que para jogar bola carecia ter conduta moral, duas pernas, dez dedos das mãos, e os dez dedos dos pés. Não obstante, os dez dedos não fazem diferença. Se Lula fez um estrago neste país apenas com nove dedos nas mãos, imaginemos o que esse time irá fazer ao Coruripe, caso cada atleta tenha pelo menos, três dedos em cada.

A torcida quer jogo! Enfim, o CSE tem débito moral para com seus mais abnegados torcedores; Deve um futebol alegre, e deve menos barraco no apartamento que serve de hospedaria, ainda para atletas, que daqui já deveriam ter sumido. Mas clube com dinheiro são outros quinhentos. Como tem ocorrido em todos os jogos deste certame, a diretoria tem dado todo aconchego aos atletas.

Com magnitude luxo, pense bem meninada; Por dedos, dentes, e cara despedaçada, o perder jogo pouco implica. O que custa para a sociedade palmeirense, é quando a conduta ilibada de um grupo, passa a ser substituída por tantas quebras de garrafas e palavrões, por parte de dois ou três indesejados.

A arte de ser atleta deve ser reverenciada pelo menos, por quem tem consideração a si próprio. Não importa os defeitos corporais que possa ter,  porque todos eles são sobrepujados pela força mental.

Tenham um comportamento apropriado, que a torcida, a imprensa, e os residentes da José e Maria Passos agradecem.

Tornem-se num orgulho para uma terra que sente saudade do caráter de jogadores como Dirceu, Juca, Tonheiro, Baiano, Luiz B. Torres, Netinho, Zé Pequeno, Waldemar Correa,Vaporzinho, Dé, Dija,  Márcio Barros, Lourinaldo, Roberval, Eduardo Gaia,  Touro, Pompéia, Cabeludo, Gilvaldo, Maninho, Xinxinha, Louro, Zé Luiz, Zé Gordorinha, Roberto Mota, e tantos, e tantos outros, que encheram de orgulho o nosso futebol, e deram inúmeras alegrias aos nossos pais. – Tornem-se inesquecíveis pelo futebol, e não pelas arruaças.

Enquanto tem gente que joga maravilhosamente bem só com uma perna, e num brilhante exemplo de superação, há aqueles que fazem corpo mole por simples dedos machucados, só conseguindo abrir a mão pra abiscoitar “dim dim”.

E a diretoria? Bem; quando o “elenco” perde, seus componentes ficam iguais a jaburus (a ave jaburu, quando irritada, estufa o peito, projetando o papo vermelho tão exageradamente que amedronta seus inimigos).

 

E, haja jaburu…


1 comentario sobre “Como será hoje?”

  1. Rangel Ferro disse:

    Matéria de total desrespeito ao time do Coruripe!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey