porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Morre o pai de Cazuza

O produtor musical João Araújo morreu na manhã deste sábado, 30, vítima de uma parada cardíaca.



João Araújo e Lucinha no lançamento do livro o tempo não para (Foto: Reprodução / Facebook)

 

Morreu na manhã deste sábado, 30, João Araújo, pai de Cazuza. De acordo com a assessoria de imprensa do produtor musical, ele sofreu uma parada cardíaca em casa, onde se recuperava de um acidente cardíaco. Ha três semanas João, de 78 anos, fraturou a cabeça do fêmur em uma queda, em Angra dos Reis.

João foi considerado um dos mais importantes executivos da indústria fonográfica e esteve à frente da gravadora Som Livre, das Organizações Globo, há cerca de 40 anos. Em 2007 ele foi eleito presidente de honra da Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD) e no mesmo ano recebeu o prêmio Grammy Latino por sua contribuição à indústria musical.

Cazuza era o único filho de João Araújo do casamento de 50 anos com Lucinha Araújo. O show “Volta Cazuza”, em homenagem ao cantor morto em 1990, que acontecerá na noite deste sábado, 30, em São Paulo, será mantido. O espetáculo terá duas horas de duração com um trecho de 20 minutos, no qual será exibido uma holografia do artista. Na ocasião, está sendo preparada uma homenagem a João no Parque da Juventude, onde acontecerá o show.

Em recente entrevista  Lucinha falou sobre o Rock in Rio. “É sempre emocionante. O fato de saber que meu filho está sendo homenageado, que vai abrir o Rock in Rio, isso é uma coisa importantíssima, tanto para mim, quanto para o pai dele, eu até esqueço, coitadinho, que ele tem pai, porque o João não vai, porque não gosta de multidão. Então, eu vou ser mãe e pai. Nós dois somos muito diferentes, por isso que deu certo, 57 anos de casada”.

A gravadora Som Livre enviou uma nota sobre a morte de seu produtor: “A Som Livre lamenta a perda de João Araújo, o mais importante executivo de sua história. Ao longo de mais de 35 anos de dedicação à empresa, João estabeleceu as bases da Som Livre, que deve a ele sua história e seu sucesso. João lançou as mais importantes trilhas sonoras da teledramaturgia brasileira e abriu portas para o sucesso de alguns dos principais nomes da música nacional como Novos Baianos, Djavan, Barão Vermelho e, claro, seu querido filho Cazuza. Seu legado como executivo e produtor para a música brasileira pode ser comparado, mas não será superado. Seus amigos, ex-funcionários e admiradores aqui reunidos lhe desejam descanso em paz por eternas e maravilhosas trilhas.”

No Twitter, a Sociedade Viva Cazuza, entidade mantida por Lucinha Araújo para abrigar crianças vítimas da AIDS, também publicou um comunicado sobre o falecimento de João: “A Viva Cazuza está de luto, pois morreu na manh


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey