porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


MH370: EUA enviam rastreador de caixa-preta atrás do avião

Por causa do mau tempo, as buscas dos destroços do avião no Oceano Índico foram interrompidas na terça-feira (horário local)



A Marinha americana anunciou o envio nesta segunda-feira de um rastreador de caixas-pretas e de um veículo submarino robótico para o Oceano Índico para ajudar a localizar o avião desaparecido da Malaysia Airlines.

1big

O sistema de rastreamento, que manda sinais acústicos para encontrar caixas-pretas dos aviões, e o Bluefin-21, um aparelho robotizado que cruza as profundidades do oceano, foram enviados para Perth, na Austrália, como medida de “precaução”, segundo as autoridades.

O almirante Samuel Locklear, que lidera o Comando Pacífico, “tomou uma decisão muito sábia e prudente ao destinar para o lugar o material que pode ser útil, caso se confirme a descoberta dos destroços, ou pensemos que eles possam estar perto de onde as caixas-pretas estariam”, disse o porta-voz do Pentágono, John Kirby.

O avião da Malaysia Airlines desapareceu em 8 de março com 239 passageiros a bordo, no voo MH370, entre Kuala Lumpur e Pequim.

As autoridades insistiram em que o envio desse equipamento não significa que o Boeing 777 tenha sido encontrado.

“É muito importante entender que (o material) foi enviado para lá para estar à disposição, em caso de necessidade, mas por enquanto essa necessidade não existe. Não encontramos um conjunto de destroços” ainda, disse Kirby.

O sistema rastreia até uma profundidade de 6.000 metros, acrescentou, enquanto que a nave robotizada pode reproduzir uma imagem em alta definição do fundo do oceano até 4.500 metros abaixo do nível do mar, com uma autonomia de 25 horas.

Mau tempo interrompe buscas de Boeing da Malaysia Airlines

As buscas por mar e ar do Boeing 777-200 da Malaysia Airlines que supostamente caiu no Oceano Índico foram suspensas nesta terça-feira devido ao mau tempo na região, afetada por fortes ventos e ondas gigantes, informou a Autoridade Australiana de Segurança Marítima.

“A AMSA realizou uma avaliação e determinou que as circunstâncias climáticas atuais são perigosas para qualquer atividade de busca por mar e ar, com risco para as tripulações”.

“Diante disto, a AMSA suspendeu todas as operações de busca – por mar e ar – no dia de hoje devido às condições climáticas”.

Na região foram registrados ventos de até 80 km por hora, fortes chuvas e nuvens muito baixas, com teto entre 200 pés (60 metros) e 500 pés (150 metros), além de grandes vagas, destaca o comunicado.

Terra


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey