Bebê de Roteiro morreu vítima de hemorragia cerebral



1

O Instituto de Medicina Legal Estácio de Lima, divulgou na manhã desta segunda-feira (19) que o recém-nascido Wanderson Henrique de Lima Santos, natural de Roteiro, foi vítima de hemorragia cerebral provocada por ação de instrumento contundente. O corpo da criança, de apenas dois meses, foi necropsiado no IML, após dar entrada na UPA de São Miguel dos Campos. Laudo desmente suspeita de maus-tratos.

De acordo com a direção do IML, a principal causa da morte foi diagnosticada, após exame de necropsia forense realizado pela perita médica legista Maria Goretti Praxedes Leal e a equipe plantonista do IML. As condições e causas do óbito foram descritos na declaração de óbito da criança, documento que é entregue a família para liberação do corpo.

No exame foi constatado pela inspeção externa ausência de sinais de maus-tratos. Mas, também foi descartada a causa da morte por engasgo, ou seja, a criança não morreu com insuficiência respiratória por sufocamento, após ficar engasgada.

O laudo completo, contendo todas as informações, ainda será confeccionado pela médica legista e encaminhado para a delegacia responsável pela investigação do caso.

 

Fonte: SSP/AL


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey