porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Advogado baleado no Francês morre vítima de parada cardíaca

Marcos André estava internado no Hospital Universitário



miniaturaO advogado Marcos André de Deus Félix, que foi baleado na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, morreu na manhã desta quinta-feira (27), no Hospital Universitário (HU), vítima de parada cardíaca. A informação foi confirmada pelo Hospital Universitário, por amigos da vítima e pelo delegado Jobson Cabral, de Marechal Deodoro, responsável pela investigação.

O Hospital Universitário (HU) enviou nota à imprensa, informando que Marcos André de Deus Féliz faleceu, às 5h45 da manhã desta quinta-feira (27), de parada cardíaca em decorrência do quadro de saúde grave no qual se encontrava. O corpo será encaminhado ao IML, onde será realizada a necropsia, já que o HU, juridicamente, é impedido de fazer o laudo, uma vez que os ferimentos foram decorrentes de tentativa de homicídio.

Marcos Félix deu entrada na UTI Geral do HU nesta segunda-feira (24), pela manhã, com lesões no tórax e no abdômen. A família ainda não sabe informar onde será o sepultamento do advogado.

O CASO
O advogado Marcos André de Deus Félix foi atingido por três disparos de arma de fogo. Na última terça-feira (25) e foi internado no último dia 14 no Hospital Geral do Estado (HGE), Marcos André foi transferido, em estado grave, para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Universitário (HU).

Duas pessoas já estão presas por envolvimento no atentado. Janadares Sfredo e Sérgio Sfredo, que são proprietários de uma pousada situada no Francês, teriam articulado o atentado, inclusive cedendo um carro para ser utilizado durante o crime e ajudando na fuga dos envolvidos.

Segundo as investigações, havia uma rixa entre o advogado e a proprietária da pousada, o que teria motivado o atentado. Janadares perdeu, na Justiça, a posse do estabelecimento. A ação de despejo foi conseguida por Marcos André, que representava o dono do imóvel.

Outras cinco pessoas também estão sendo procuradas pelo envolvimento no crime. Elivaldo Francisco da Silva, o “Vado”, é suspeito de ter atirado no advogado, assim como Álvaro Douglas, o “Alvinho”. Além dele, Walderi José Santos de Freitas, de 24 anos, que é suspeito de mostrar o advogado para os atiradores, Juarez Tenório, conhecido como Junior Ténório, condutor do veículo suspeito de levar os atiradores até o local do crime, e a namorada dele, Maria Flávia dos Santos, que é a suspeita de viabilizar o contato com os criminosos e trabalhava como camareira da pousada pertencente a Janadares e Sérgio, também estão sendo procurados pela polícia.

Fonte: GazetaWeb


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey