porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Venda proibida: agências negociam ingressos de cativa no Maracanã

Entradas com revenda proibida são oferecidas em hotéis de luxo. Secretário enviará ofício à Polícia Civil pedindo abertura de investigação sobre o caso



O anúncio do sorteio das cadeiras cativas no Maracanã, previsto para a próxima quinta-feira, deve abalar um esquema de vazamento e comercialização em grande escala dos assentos para grupos de turistas ou torcedores no entorno do estádio em busca de lugares na parte central do novo Maracanã. A reportagem do GLOBOESPORTE.COM adquiriu ingressos com a estampa de “venda proibida” para quatro partidas: Fluminense x Ponte Preta, Botafogo x Vasco, Botafogo x Flamengo e Botafogo x Atlético-MG através de duas agências que oferecem os serviços: Follow Me Rio e Angramar. O secretário de Esporte e Lazer, André Lazaroni, enviará ofício para a Polícia Civil no início desta semana pedindo abertura de investigação.

As cadeiras cativas constituem a única parcela da operação de ingressos do Maracanã que continua sob responsabilidade da Suderj, que se encarrega da entrega dos bilhetes aos proprietários. O órgão recebe entradas impressas para todos os assentos cativos. A empresa que fabrica e repassa as entradas para a Suderj é a Outplan, através da marca Futebolcard, que se reporta à IMX, integrante da concessionária que administra o estádio. Em reportagem veiculada pelo RJ TV, da TV Globo, na última quinta-feira, proprietários de cadeiras cativas relataram a falta de ingressos para troca minutos antes do jogo entre Flamengo e Botafogo, pela Copa do Brasil, o que provocou uma fila de insatisfeitos no portão onde deveria ser feita a retirada dos bilhetes.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey