porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Toneladas de drogas apreendidas em 2016 em Alagoas são incineradas

Foram 3 toneladas apreendidas durante operações policiais no último ano. Governo também entregou novos equipamentos às polícias civil e militar.



whatsapp_image_2017-01-10_at_09-10-33A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) incinera nesta terça-feira (10) toneladas de drogas apreendidas em 2016, durante operações da Polícia Civil de Alagoas, através da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN). A droga foi apresentada à imprensa antes de ser levada para a Usina Cachoeira do Meirim, no Benedito Bentes, em Maceió, onde acontece a incineração.

O delegado da DRN, Gustavo Henrique, afirmou que esse é um trabalho integrado e que vem apresentando grandes resultados. “Nos últimos dois anos, estamos mantendo uma média de apreender cerca de três toneladas de drogas. Isso mostra que nosso trabalho está surtindo efeito”.

A SSP afirma que a incineração é das três toneladas de drogas apreendidas no último ano, mas o delegado Gustavo Henrique afirma que são só duas toneladas, porque uma tonelada restante ainda aguarda liberação judicial para ser incinerada.

No dia 21 de dezembro as polícias Civil e Militar com o apoio do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), apreendeu 20 kg de crack e 4,5 kg de cocaína no município de Coruripe, no litoral Sul de Alagoas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, essa é a maior apreensão de crack já realizada pela polícia alagoana.

Além da incineração da droga, o governo do estado entregou novos equipamentos para a Polícia Civil. “Estamos entregando novos coletes à prova de balas, um para cada agente. Ninguém vai trabalhar sem colete pelos próximos cinco anos. Além disso, 300 pistolas também foram entregues para melhorar as condições de trabalho”, disse o secretário de Segurança Pública, Lima Júnior.

O governador Renan Filho (PMDB) disse que o trabalho das polícias é fundamental para Alagoas sair do ranking de mais violento do país. “Tudo é um trabalho em conjunto. Estamos todos empenhados em diminuir os índices de violência. Tenho certeza que quando forem mostrados os dados sobre a violência no Estado, os índices terão melhorado”, afirma.

Além das armas e coletes à provas de balas, o Corpo de Bombeiros recebeu kits de mergulho, mochilas de oxigenoterapia, capacetes para atuação em acidente veicular e combate a incêndio florestal e kits para arrombamentos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey