Samu e CBM transfere apoio hospitalar devido a paralisação na UPA de Palmeira



1Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros (CBM) de Palmeira dos Índios, tiveram que encaminhar os pacientes para o Hospital Santa Rita devido a suspensão no atendimento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, devido ao atraso no repasse de verbas e pagamento de salários. A informação foi confirmada pelo coordenador do Samu da cidade, Márcio Aurélio, manhã deste sábado (31).

Segundo coordenador os médicos estão reclamando da falta do repasse de salários aos servidores da unidade de saúde. “Eles suspenderam o serviço, devido a falta de pagamento. Eles estão lutando pelo direito deles, afinal, é difícil você conseguir trabalhar sem receber”, expôs.

Ainda segundo Márcio, nem os pacientes que chegam em estado grave estão sendo atendidos. Desta forma, o Samu e o CBM são obrigados a levar diretamente as pessoas a serem socorridas ao Hospital Santa Rita, no centro de Palmeira.

“A própria direção da UPA articulou o nosso ponto de apoio para as ocorrências mais graves, como acidentes e tentativas de homicídio. Então, como nossa base seria a UPA, tivemos que ser transferidos para levar os pacientes diretamente pra lá”, informou.

Falta de ambulâncias

Márcio denunciou à Gazetaweb que a base do Samu, em Palmeira possui apenas uma ambulância de nível básico. O problema, é que o mesmo carro é responsável por socorrer pessoas nos municípios de Belém, Palmeira dos Índios, Estrela de Alagoas, Igaci e Quebrângulo.

Fonte: Gazeta Web

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey