porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Procon Alagoas autua hospital em Maceió por prática de cobrança abusiva



1O Hospital do Sanatório, localizado no bairro Farol, em Maceió, foi autuado, nesta quinta-feira (12), depois de verificada a prática de cobrança abusiva. A equipe de fiscalização do Procon Alagoas foi até o local após denúncia de consumidora, onde constatou a vantagem manifestamente excessiva.

Segundo o fiscal Roberto Melo, a consumidora, que está gestante, procurou o órgão após o hospital se negar a entregar o resultado de sua ultrassonografia que, por ter sido de gêmeos, deveria ser o dobro do preço. “Esse tipo de coisa não existe. Como pode um hospital informar um valor à paciente, e após encontrar dois fetos informar que o valor é o dobro por conta disso. Isso é cobrança abusiva, ilegal”, explicou Roberto.

Além da cobrança, o hospital se negou a entregar o resultado à paciente até que o valor duplicado fosse feito. Ao procurar o órgão de defesa do consumidor (Procon/AL), a consumidora junto da equipe foi até o local para que houvesse a conciliação entre as partes.

“Essa prática é ilegal e exige do consumidor vantagem manifestamente excessiva. Como a prática de um único serviço, onde o aparelho é utilizado uma única vez, pode ter um valor referente ao número de fetos encontrados?”, comenta o superintendente do órgão, João Neto.

A autuação do hospital se deu a partir das práticas irregulares previstas no Art. 39, inciso V (vantagem excessiva) e Art. 14, inciso I (má prestação de serviço) do Código de Defesa do Consumidor.

O Procon Alagoas orienta que os consumidores sempre denunciem a cobrança abusiva através do nosso site oficial, pelas redes sociais (Procon, Twitter e Facebook), ou presencialmente em um dos polos do órgão.

 

Agência Alagoas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey