Polícia encerra caso Daniel Thiele com prisão do último suspeito no latrocínio



1A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL) apresentou, na manhã desta sexta-feira (23), o último suspeito de envolvimento no assassinato do professor universitário Daniel Thiele, encontrado carbonizado no mês de outubro deste ano em um canavial no município de Rio Largo, na Região Metropolitana.

Cristiano Nascimento Germano, conhecido como Copal, de 20 anos, foi preso pela Polícia Civil após informações repassadas ao Disque Denúncia 181, da SSP. O acusado foi capturado no apartamento da sogra, no bairro Rio Novo, em Maceió. Copal tentou despistar os policiais se escondendo no forro do imóvel, mas foi detido.

Em depoimento, Cristiano afirmou que estava em um carro Gol com André da Silva Firmino, o André Nego, e Thiago Anderson Lima da Silva, 30, quando André desceu do carro, nas imediações da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), conversou com o educador, e os dois combinaram de ir para Rio Largo.

No caminho, ainda conforme o depoimento de Copal, André Nego teria entrado no carro do professor e anunciado o assalto. Na zona rural de Rio Largo, o professor teria travado luta corporal com André, que efetuou um disparo de arma de fogo na cabeça da vítima. André Nego foi preso na semana passada, na Chã da Jaqueira, em Maceió. Ainda à polícia, Cristiano disse que a intenção do grupo era apenas roubar o professor.

De acordo com a PC, Cristiano Nascimento Germano já tem passagem por roubo de carro e assalto a transporte complementar. O acusado contou ainda que após o disparo contra o professor, o grupo tirou as rodas do veículo da vítima e, em seguida, André Nego incendiou o carro com combustível. O corpo do professor foi encontrado amarrado no banco traseiro do veículo com um arame no pescoço.

A prisão foi efetuada por equipes da Seção de Antissequestro e Crimes Cibernéticos (SAS) da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) e da Operação Litorânea (Oplit).

 

 

Fonte: SSP/AL

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey