porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


PC divulga foto de acusado na morte de filha de empresário



José Adilson de Farias, 28

José Adilson de Farias, 28 ( Foto: ASCOM-PC )

 

A Polícia Civil de Alagoas, por meio da Delegacia de Homicídios, divulgou nesta terça-feira (17) fotografia de José Adilson de Farias, 28 anos, também conhecido por “Guarda” – um dos acusados na morte da estudante Camila da Silva Madruga, de 20 anos, que foi encontrada morta na cidade pernambucana de Cachoeirinha, após desaparecer no mês passado, em Arapiraca.

José Adilson teve a prisão decretada pelo juiz Alfredo Mesquita, da 5ª Vara Criminal de Arapiraca, sendo preso na cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, onde residia.

Agentes da Delegacia de Homicídios de Maceió, coordenada pelo delegado Cícero Lima, fizeram a remoção do acusado para Alagoas, e ele se encontra atualmente recolhido ao presídio do Agreste.

O chefe de operações da DH, Marcos Fialho, revelou que outro envolvido no crime – Gustavo Pereira de Oliveira, 20 anos – também foi preso na capital potiguar e deverá ser transferido para Alagoas.

De acordo com as investigações, existe um terceiro envolvido no crime que está foragido, e procurado pela polícia.

A morte de Camila Madruga, filha do empresário Cícero da “Pitú”, proprietário de uma rede de motéis no Agreste alagoano, foi tramada pelo ex-marido Shedrick Madruga, que supostamente praticou suicídio, após a morte da jovem.

Camila foi levada de Arapiraca, junto com seu automóvel Fox, em 21 de novembro passado, sendo assassinada a tiros e o corpo deixado na cidade de Cachoeirinha.

O crime teria sido executado por Sheidrick e José Adilson.

 

Por Redação com Assessoria


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey