porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Novas edições da Revista Graciliano chegam às bancas de Alagoas



FOTO: DIVULGAÇÃO

Já está nas bancas e nas livrarias de Maceió duas edições simultâneas da Revista Graciliano, publicação da Imprensa Oficial Graciliano Ramos: o número 29, com tema de capa “Instante Capturado”, contendo ensaios fotográficos sob olhar de fotógrafos alagoanos; e o número 30, “Manifesto da Arte Popular”, que traz extensa reportagem com a palavra e o trabalho dos grandes mestres escultores da madeira e da cerâmica de Alagoas, que fazem sucesso no mercado de arte nacional e internacional.

Na edição que traz na capa o assunto fotografia, a revista publica ensaios assinados por fotógrafos consagrados e novos talentos desta arte em Alagoas, como Celso Brandão, Felipe Brasil, Flávia Correia, Francisco Oiticica, Juarez Cavalcante, Maíra Vilela, Renata Voss, Ricardo Ledo e Roberto Fernandes.

A publicação traz também entrevista com o renomado fotógrafo francês Pierre Devin, fundador do Centre de la Photographie-Nord Pas de Calais. São cento e vinte páginas de puro deleite para os amantes da fotografia, seja em cromos coloridos ou instantâneos em preto em branco.

ARTE POPULAR

No número 30, a revista Graciliano mergulha no mundo mágico dos artistas populares da escultura em madeira e cerâmica, em uma reportagem de fôlego, mostrando in loco como trabalham e como vivem mais de trinta artistas, nos principais centros produtores de arte popular do estado, como a Ilha do Ferro, em Pão de Açúcar; Boca da Mata; Lagoa da Canoa; Arapiraca; Porto Real do Colégio e Maceió.

Nomes que hoje brilham nas galerias de arte do país, e com obras no exterior, como Resêndio, mestre Dedé, Aberaldo, Eraldo, Petrônio, Vieira, Vavan, André da Marinheira; João das Alagoas e Sil; as irmãs Pituba, de Arapiraca; Chico Cigano, de Batalha, Arlindo, o “rei” na arte de esculpir em palito de fósforo, entre outros mais. Todos eles autodidatas, saídos do anonimato e da pobreza e que tentam ganhar a vida com sua arte. A revista traz também a opinião abalizada de críticos de arte; uma homenagem ao pioneiro da arte popular em Alagoas, Fernando da Ilha do Ferro, e um mapa-roteiro pra quem quiser se aventurar a conhecer os mestres em seus ateliês.

NOVO MOMENTO

A revista Graciliano circula desde 2008, sempre trazendo temas importantes, com foco no universo alagoano, da literatura à biodiversidade; das manifestações culturais aos fatos e às personalidades que marcaram a história de Alagoas, do passado e do presente. Os assuntos escolhidos são trabalhados pelos profissionais da editora da Imprensa Oficial, que surgiu exatamente com a criação da revista, e que hoje recebe uma repaginação, à altura de sua qualidade.

“A partir de 2016, realizamos um novo projeto gráfico e editorial, com primazia para a qualidade da edição e da impressão, escolhendo temas relevantes e palpitantes, com aprofundamento dos textos e da fotografia. Hoje, com certeza, podemos celebrar o fato de que a revista Graciliano está entre as melhores publicações culturais do Brasil, em se tratando de ser monotemática, esgotando o tema proposto em cada edição”, assinala o diretor-presidente da Imprensa Oficial Graciliano Ramos, Marcos Kummer.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey