porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Muito tempo sentado eleva risco de limitação física



trabalho-ambiente-saudavel-20120315-size-620Uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostra que o sedentarismo é por si só um fator de risco à saúde e que seus prejuízos não são anulados com outros hábitos positivos. De acordo com o estudo, cada hora em que uma pessoa com mais de 60 anos passa sentada por dia é suficiente para aumentar em 46% o risco dela sofrer limitações físicas, mesmo que pratique exercícios. Essas limitações podem impedir um indivíduo de realizar atividades comuns do cotidiano, tais como tomar banho, levantar-se da cama ou caminhar pela casa.

O estudo baseia-se nos dados de 2 286 pessoas com mais de 60 anos que foram acompanhadas entre 2003 e 2006. Durante ao menos quatro dias, os participantes usaram acelerômetros, aparelhos que medem a quantidade e a intensidade de exercícios realizados ao longo do dia. Eles também foram submetidos a exames físicos. Em média, esses indivíduos ficavam catorze horas por dia acordados, sendo que durante nove horas eles passavam sentados, deitados ou seguindo outro comportamento sedentário.

“Sedentarismo não significa apenas falta de atividade física”, diz Dorothy Dunlop, professora de medicina na Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, e coordenadora do estudo. “Nossos resultados reforçam que os adultos devem passar menos tempo sentados em frente à televisão ou ao computador.” A pesquisa foi publicada na terça-feira no periódico Journal of Physical Activity & Health.

Em 2008, uma pesquisa australiana divulgada no periódico Diabetes Care mostrou que o aumento do número de pausas em momentos sedentários que um indivíduo faz, como levantar da cadeira após mais de uma hora e meia sentado, proporciona a perda da circunferência abdominal e a redução do índice de massa corporal (IMC) e nos níveis de glicose no sangue.

Para o ortopedista Sérgio José Nicoletti, as pessoas não devem passar mais do que uma hora sentadas sem se levantar.

A cada hora, portanto, é importante levantar, caminhar pela casa ou pelo escritório e alongar-se quando possível. Esse hábito alivia o incômodo provocado pelas horas na cadeira e ativa a circulação sanguínea. Alarmes e recados em lugares visíveis ajudam um indivíduo a lembrar de sair da cadeira.

No trabalho, criar o hábito de andar até a mesa de algum colega em vez de mandar e-mail ou telefonar para ele ou fazer o caminho mais longa até o banheiro são opções que ajudam a ampliar o tempo de movimento.

Veja Online


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey