porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Miss Universo posa amordaçada por liberdade de expressão na Venezuela

Stefania Fernandez, Miss Universo 2009, participa de campanha no país. Fotógrafo Daniel Bracci reuniu 110 celebridades para ensaio especial.



Sem títuloCom a coroa símbolo da beleza na cabeça, duas lágrimas de sangue escorrendo pelos olhos, a boca amordaçada por uma corda e o rosto sujo de sangue, a modelo Stefania Fernandez, que foi Miss Venezuela e Miss Universo 2009, posou para as lentes do fotógrafo venezuelano Daniel Bracci. Ela é uma das 110 figuras conhecidas da Venezuela que emprestaram a imagem para o ensaio “Sua voz é seu poder – Liberdade de expressão na Venezuela”.

Bracci fotografou diferentes personalidades venezuelanas do mundo artístico, jornalístico, político, entre outros. Em entrevista ao jornal Informe 21, o fotógrafo de moda, que também é ilustrador e designer gráfico, disse que a campanha começou depois que o avô dele morreu vítima “do submundo da Venezuela”.

O país enfrenta uma onda de protestos de estudantes e opositores que deixou 34 mortos desde o início de fevereiro. O governo de Nicolás Maduro deteve e condenou à prisão dois prefeitos opositores e o líder da oposição Leopoldo López, levado há um mês para uma unidade militar. Os três são acusados de incitar os protestos violentos. Maduro também decretou, na terça-feira, a prisão de três generais da Força Aérea acusados de tramar um ‘golpe de Estado’ em meio aos protestos.

A intenção da campanha, que mostra pessoas amordaçadas, amarradas e com maquiagem e expressões que simulam violência física e tortura psicológica, a Miss Universo e outras personalidades protestam contra a violação dos direitos humanos naquele país, segundo Bracci.

“Não é uma campanha contra o governo ou contra um partido político, creio que é o momento que todos os venezuelanos voltar a ser os venezuelanos que têm sempre fomos, onde todos têm a real liberdade para expressar o que querem”, disse o fotógrafo, acrescentando que “agora na Venezuela estamos sem mídia, sem imprensa”. “É uma campanha pela paz.”


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey