porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Membro do PCC foge pela porta principal da delegacia regional de Santana do Ipanema

Fuga ocorreu um dia após a visita da esposa



Divulgacao

Divulgação

Por Hélio Fialho

Sábado, entre 16 e 17 horas, o preso paulista Francisco Rodrigues dos Santos fugiu pela porta principal da Delegacia Regional de Santana do Ipanema, onde se encontrava preso, desde o dia 02 de setembro deste ano, por ter atropelado a mãe e uma irmã de um policial da PRF, na cidade sertaneja de Ouro Branco.  Enquanto a irmã do patrulheiro rodoviário federal escapou, apesar dos ferimentos, a sua genitora não teve a mesma sorte e veio a falecer em consequência do ato irresponsável deste motorista.

Segundo informações, o criminoso é casado com uma alagoana de Ouro Branco e matou atropelado a dona de casa porque estava dirigindo com excesso de velocidade. Após a sua prisão, a polícia alagoana descobriu que Francisco Rodrigues dos Santos é membro do PCC (Primeiro Comando da Capital), uma das facções criminosas mais violentas de São Paulo e do Brasil.

Informações dão conta que o fugitivo havia recebido a visita de sua esposa no dia anterior à fuga, isto é, na sexta-feira (8), vindo a fugir no sábado (9) pela porta de entrada da delegacia, levantando suspeita de que a fuga tenha sido combinada e que a esposa do bandido tenha levado dinheiro e documentos para o marido executar o plano de fuga.

Segundo, ainda, informações, a fuga do membro do PCC chegou ao conhecimento do juiz da Comarca de Santana do Ipanema, que mandou apurar o ocorrido, já que Francisco de Santana do Ipanema é preso da Justiça.

Não é a primeira vez que a Delegacia Regional de Santana do Ipanema registra fuga de presos, em razão de sua fragilidade estrutural. É preciso apurar minuciosamente o que levou este preso a fugir pela porta de entrada desta delegacia. As policias de Alagoas, Sergipe, Bahia e Pernambuco estão atentas, principalmente nas divisas destes estados, já que existe uma grande possibilidade de fuga deste bandido para São Paulo, estado onde possui residência fixa, pela BR 101.

Se diversas fugas já foram registradas nesta delegacia, por que mantiveram este preso de alta periculosidade, membro de uma facção criminosa como o PCC encarcerado  lá? Não deveriam ter encaminhado este criminoso para uma delegacia bem estruturada ou para um presídio  de segurança máxima, enquanto o preso aguardava julgamento ou fosse transferido para São Paulo, já que trata-se de um membro do PCC?    A família das vítimas e a sociedade alagoana esperam uma resposta convincente das autoridades competentes e torcem pela captura deste bandido, nas próximas horas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey