porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Greve de ônibus em Arapiraca; Cenas que ferem a Constituição

"O direito de ir e vir"



miniaturaAinda não há previsão de quando os ônibus urbanos voltarão a circular em Arapiraca, Agreste alagoano. Parte da frota usada na mobilização desta quinta-feira (27) foi apreendida por determinação da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). A paralisação foi iniciada após rodoviários denunciarem a defasagem salarial da categoria no interior.

Segundo representantes do sindicato dos rodoviários, mais de 20 ônibus foram guinchados. “Enquanto um motorista em Maceió ganha R$ 1.400, aqui, em Arapiraca, o salário é R$ 865”, disse Écio Ângelo Marques, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas (Sinttro/AL).

Écio Ângelo afirmou ainda que, até que se confirme a negociação com órgãos municipais e empresários, os ônibus continuarão sem circular em Arapiraca. “Os ônibus que estavam atravessados durante a nossa mobilização foram recolhidos. Arapiraca, que só tem 90 veículos, vai ficar sem nenhum se não houver acordo”, reforçou.

A mobilização acontece no entorno do Parque Ceci Cunha, no centro de Arapiraca, e provocou a paralisação das atividades por tempo indeterminado. Os manifestantes protestam contra atraso do fechamento da data-base 2014, que deveria ter ocorrido em janeiro.

O protesto contou com cerca de 300 rodoviários, o que acabou provocando a paralisação por completo do serviço. A tarifa de ônibus urbano em Arapiraca custa RS 1,75.

com informações da GazetaWeb


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey