porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Governo reajusta bolsa do Mais Médicos para R$ 10.482

Valor recebido pelos profissionais estava em R$ 10.457; Ministério explicou que reajuste é por causa do aumento do salário mínimo



O governo reajustou para R$ 10.482 o valor da bolsa recebida pelos profissionais do Mais Médicos. Até este mês, o valor estava em R$ 10.457. De acordo com o Ministério da Saúde, o reajuste foi motivado pelo aumento do salário mínimo, que aumentou também a contribuição desses profissionais para a Previdência Social.

Os beneficiados agradeçam à bravura de uma médica cubana chamada de Ramona Matos Rodriguez,

Os beneficiados agradeçam à bravura de uma médica cubana chamada de Ramona Matos Rodriguez,

Em novembro, também para garantir a contribuição dos médicos para Previdência Social, o valor da bolsa tinha passado de R$ 10 mil para os R$ 10.457.

O novo valor da bolsa já será pago a partir de março e é retroativo a janeiro de 2014.

Reajuste para cubanos

No dia 28 de fevereiro o ministro da Saúde, Arthr Chioro, havia anunciado reajuste no valor recebido pelos médicos cubanos que atuam no Mais Médicos. O valor recebido pelos cubanos era alvo de críticas e gerou a saída de alguns desses profissionais do programa do governo.

O contrato com os profissionais vindos de Cuba é diferente do com os vindos de outras nacionalidades. No caso dos cubanos, o governo brasileiro paga o valor da bolsa (agora reajustada para R$ 10.482) para a Organização Panamericana de Saúde (Opas), que repassa o dinheiro para o governo de Cuba. É o governo cubano que faz o pagamento para os médicos do país.

Até o reajuste anunciado por Chioro, os médicos cubanos recebiam do governo de seu país S$ 400 (R$ 933) e mais US$ 600 (R$ 1,4 mil), que ficavam depositados em uma conta em Cuba. Agora, os cubanos terão direito aos US$ 600 imediatamente. Um aumento de US$ 245 (R$ 571) completará o total de US$ 1.245. O ministro informou que 7,4 mil médicos cubanos atuam no Mais Médicos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey