porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Fluvia Lacerda admite nu frontal e retoques mínimos em ensaio: ‘Tem estria e celulite’



O telefone de Flúvia Lacerda não parou de tocar nas últimas 48 horas. Afinal, a modelo plus size número 1 do Brasil está nua na capa da “Playboy”. É a primeira vez que uma gordinha ocupa este lugar. “Eu tinha noção que causaria um fuzuê, mas o que está acontecendo é uma coisa épica”, entusiasma-se ela, que avisa: “Não quis retoques exagerados. Tem estria, celulite, tudo o que chamam de imperfeito e que é totalmente humano. Não tinha como ser diferente”.

Os retoques permitidos por Fluvia ficaram por conta da maquiagem e do cabelo. “Imagina a gente num calor de 42 graus, com uma umidade absurda, não há make e cabelos que resistam. Então precisou tirar umas olheiras, a areia do corpo. Mas nada além disso. Sou eu ali com o cabelo que não gosto de pentear, com a maquiagem que não gosto de usar”, conta ela, que fotografou em Roraima, onde morou desde menina: “Fui parida no Rio de Janeiro, mas foi Roraima que me criou. Era uma homenagem a essa terra também”.

Fluvia Lacerda perdeu o marido há três anos
Fluvia Lacerda perdeu o marido há três anos Foto: divulgação

 

Contrariando os novos padrões da revista, Fluvia deixa escapar que os leitores vão ver um nu frontal. “Tem, mas não é escancarado. As fotos são artísticas. Digamos que seja um nu de ladinho”, brinca ela, que falou com o EXTRA de Dubai, onde está fotografando uma campanha: “Entre uma foto e outra, paro para ver as mensagens nas redes sociais e 99% delas são positivas. Sobretudo de mulheres. E olha que mulher foi criada para derrubar a outra. Isso está mudando, ainda bem”.

Antes de topar posar nua, foram cinco anos de flerte entre a publicação e a modelo. Em fevereiro deste ano ela quis negociar. “Escolhi a equipe, o local, tive a liberdade para fazer o que eu queria. A proposta deles era fazer em São Paulo, em lugar fechado. Mas eu quis ir para a minha terra, com tempo. Foram oito dias de aventura na mata, em rios, sendo picada por mosquito. Mas o resultado é completamente fiel a mim”, justifica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A superação após a perda

Aos 36 anos, chamada de Gisele Bündchen plus size, Fluvia não tem do que se queixar da vida profissional. E nestes dois dias em que foi divulgado o ensaio, a brasileira viu seu nome ecoar ainda mais pelos quatro cantos do mundo. Mãe de dois filhos, uma adolescente de 16 anos, e um menino de 2, ela não conversou com eles sobre a revista. “Meu tempo com eles é tão escasso, eu viajo tanto, que quando estamos juntos prefiro não falar de trabalho”, pondera.

O ensaio nu também veio após três anos da morte do marido, Wallace Andrade Araújo. O advogado foi encontrado morto em sua casa, em Boa Vista, Roraima. Fluvia estava grávida de seu segundo filho na época: “Não vou dizer que é fácil. Tenho altos e baixos, tem horas em que desabo. Mas tenho uma força nata que me coloca para cima. Fora a dedicação da minha família e de amigos. Suportar uma dor destas e ainda criar um filho sem o pai não é para qualquer pessoa. É um processo e eu tenho que me refazer diariamente”.

 

Fonte: EXTRA


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey