porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Estudantes da rede estadual terão aulas para o Enem via satélite

Projeto será lançado na próxima terça-feira e atenderá mais de 25 mil alunos do Ensino Médio; preparatório é pioneiro no Brasil no atendimento à rede pública



large (76)Na próxima terça-feira (dia 1º de julho), a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) lança o Projeto Pré-Enem, ação cujo objetivo é preparar 25.168 alunos da rede pública estadual para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que terá provas aplicadas em todo o Brasil nos dias 8 e 9 de novembro. A solenidade terá início às 15h, no Centro de Convenções, e contará com a presença do governador Teotonio Vilela Filho, da secretária de Estado interina da Educação, Laudirege Fernandes e de 1.200 alunos, diretores e coordenadores da rede estadual.

Uma parceria entre a SEE e a Escola Satélite (empresa do Grupo Abril Educação), o projeto consiste na transmissão de aulas via satélite para alunos de 170 escolas de Ensino Médio da rede estadual com conteúdo preparatório para o exame. Para participar do projeto, as unidades de ensino receberam antenas parabólicas e televisores de 51 e 60 polegadas.

O projeto é uma ação pioneira no âmbito da rede pública no Brasil: desde a sua criação, em 2011, até então, ele só havia sido implantado em escolas privadas. A secretária de Estado interina da Educação e do Esporte, Laudirege Fernandes, aponta os benefícios do curso para a rede estadual

“Pela primeira vez no estado de Alagoas, teremos a oportunidade de adotar uma tecnologia e uma metodologia que promoverão avanços em larga escala. O nosso estudante terá acesso a um curso especializado e com professores extremamente qualificados que chega a custar R$ 2.500 por mês nas melhores escolas da rede privada do eixo-Sul-Sudeste. Por isso, é muito importante que nossos jovens aproveitem essa chance para intensificar seu preparo para este exame tão importante que é o Enem”, destaca a secretária.

A coordenadora do projeto na SEE, Tânia Almeida, diz que o projeto faz parte de uma política de Estado. “Esta é uma ação para ampliar o acesso de nossos alunos ao Ensino Superior e incluir o horário integral nas escolas, oportunizando-lhes ter aulas do conteúdo regular do Ensino Médio em um horário e o curso preparatório para o Enem no contraturno”, afirma.

 

Metodologia

As atividades começam em julho e terminam em novembro. As transmissões serão realizadas às segundas e quartas para as turmas do matutino e vespertino e aos sábados para os alunos do período noturno e que, por motivos de trabalho, não podem frequentar o curso durante a semana.

As aulas serão gravadas nos estúdios da Escola Satélite em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo, com professores destas três cidades. Durante as transmissões, também haverá um professor em sala de aula que intermediará o contato dos estudantes alagoanos com o professor virtual para o esclarecimento de dúvidas e envio de perguntas.

“Cada aluno receberá uma apostila e poderá interagir com os nossos professores em tempo real. Todo o conteúdo repassado obedece à matriz curricular do Enem, trabalhando todas as habilidades exigidas pelo exame e as quatro áreas de conhecimento”, disse Fernanda Lopardi, coordenadora executiva do projeto na Escola Satélite.

A solenidade de lançamento do Pré-Enem contará ainda com a presença do diretor da Escola Satélite, Ivan Caiafa e do diretor da Alfacon (empresa do Grupo Abril Educação), Evandro Guedes, que fará uma palestra motivacional para os estudantes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey