Enfermeiros comemoram conquista salarial



Enfermagem fecha  acordo com Cajueiro que dá mais qualidade de  trabalho Depois de várias rodadas de negociação, a enfermagem de Alagoas obteve uma vitória importante no município de Cajueiro. As reivindicações da categoria foram atendidas e dizem respeito ao pagamento do incentivo salarial assegurado por lei municipal e ao transporte dos profissionais de saúde que moram em Maceió.

Com a presença da presidente do Sineal, Rosimeire Machado Barbosa e do assessor jurídico, Neilton Queiroz, além da representante do sindicato dos médicos, Edilma de Albuquerque Lins Barbosa e do sindicatos dos odontólogos, Roberta Calheiros da Silva que também foram acompanhados das suas assessorias jurídicas, foi finalmente fechado o acordo entre a prefeitura do município de Cajueiro, representada pela secretária municipal de saúde,  Marta Varallo Corte.

A partir do pagamento da folha salarial deste mês de outubro, o incentivo salarial regulamentado pela Lei Municipal nº 655/2012,  será pago com os reajustes atualizados pela IPCA de acordo com planilha já elaborada e aprovada e que contempla os índices de acumulações nos períodos de abril de 2012 a  março de 2015.

Ficou acordado ainda que o retroativo  de abril de 2015  a setembro de 2015 será pago em parcelas mensais a partir da folha  de novembro de 2015. Já o retroativo de  de abril de 2013  até março 2015,  será requerido pelo sindicato das categorias junto a prefeitura municipal de Cajueiro. Outro ponto acordado foi com relação ao transporte dos servidores que moram em Maceió. Ficou definido que a secretaria municipal de saúde de Cajueiro tem até o próximo dia 12 de outubro, para informar aos sindicatos e Promotoria de Justiça, a decisão de colocar um veículo, para os transportes dos servidores.

“É mais uma vitória dos profissionais de saúde que trabalham nos municípios alagoanos e nós da enfermagem estamos firmes e centrados na luta por melhores condições tanto salariais como no nosso ambiente de trabalho. Onde houver um profissional da enfermagem trabalhando sem as condições mínimas para a sua segurança, para o desempenho das suas funções em consonância com o que estabelece a legislação, o SINEAL estará presente para defendê-lo”, finalizou Rosimeire Machado.




Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey