porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Diretores assumem cargos na Polícia Civil



https://i1.wp.com/www.pc.al.gov.br/idsite/media/k2/items/cache/9063df0b1b4d9d96fd7fea653ac618e5_L.jpg

Os diretores da Polícia Civil assumiram seus cargos na instituição, durante reunião de trabalho realizada na sede Delegacia Geral, no bairro de Jacarecica, e que foi presidida pelo delegado-geral Carlos Reis.

A delegada Kátia Emanuelly permanece como delegada-geral Adjunta. Também assumiram seus cargos: o diretor da DRE/Deic (Diretoria de Recursos Especiais/Divisão Especial de Investigação e Capturas), Paulo Cerqueira; o diretor de Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM), Denisson Albuquerque; a diretora de Polícia Judiciária da Área 1 (DPJA-1), Ana Luíza Nogueira; o diretor de Polícia Judiciária da Área 2 (DPJA-2), Nilson Alcântara; o diretor de Polícia Judiciária da Área 3 (DPJA-3), Robervaldo Davino.

O corregedor-geral Osvaldo Rodrigues Nunes e o diretor da Academia de Polícia Civil (Apocal), Flávio Saraiva, permanecem nessas funções.

Na ocasião, o delegado-geral anunciou que, a exemplo do que ocorre na Secretaria de Defesa Social, a Polícia Civil também vai implantar uma política de gestão participativa, onde os diretores poderão opinar. “As melhores sugestões serão acatadas pela Delegacia Geral “, afirmou.

Carlos Reis disse que cada diretoria terá liberdade de adotar as providências que julgar necessárias, sempre tendo por objetivo melhor combater a criminalidade e atender à população alagoana.

Por determinação do secretário Eduardo Tavares, a Polícia Civil – por meio de suas diretorias – cumprirá metas com a realização de operações para enfrentamento ao crime, visando à redução dos índices de violência, especialmente os homicídios, tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio.

O delegado-geral solicitou que as diversas diretorias apresentem, ainda esta semana, um plano de ação, tanto operacional como apontando as necessidades de cada área, com vistas a um encaminhamento junto ao governo do Estado das soluções para as atuais dificuldades.

A reestruturação da DRE/Deic, hoje uma referência nacional, reforçando as condições de trabalho dessa diretoria; o fortalecimento do GEAI ( Grupo Especial de Apoio Investigativo) e da CIPP (Central de Inquéritos Policiais Pendentes), com vistas a acabar com o passivo de inquéritos pendentes e o enxugamento dos departamentos, foram anunciadas como medidas de curto prazo para oferecer melhor atendimento à população.

O delegado-geral pretende ainda reestruturar a Asfixia, com a criação de um grupo fixo de policiais (atualmente os seus integrantes trabalham de forma voluntária), como também lutar para recuperar pelo menos 82 delegacias de polícia ainda este ano.

Os novos diretores agradeceram a confiança e firmaram compromisso de trabalhar com muito empenho com vistas a cumprir as metas estabelecidas pelo delegado-geral e pela Secretaria de Defesa Social.

“A Polícia Civil, através de todos os seus diretores, está pronta para combater o crime, seguindo as determinações do governador Teotonio Vilela Filho e do secretário Eduardo Tavares, visando reduzir os índices de criminalidade no Estado”, concluiu o delegado-geral Carlos Reis.

 

PC AL


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey