Detran promove fiscalização conjunta para diminuir o índice de mortes



1

O verão é o período de férias escolares, faculdades e de boa parte das empresas privadas e órgãos públicos. Isso se traduz em um número maior de pessoas com o tempo livre, programando viagens, baladas e confraternizações. O que gera um crescimento no consumo de bebidas alcoólicas, criando um ambiente mais propício aos acidentes de trânsito.

Com o propósito de diminuir o índice de mortes ocasionadas por acidentes automobilísticos durante este período, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), iniciou nesta sexta-feira (16) a ação denominada Operação RODOVIDA que visa intensificar ainda mais as abordagens nas estradas alagoanas.

A ação que é realizada pela PRF desde o ano de 2011, onde são montadas ações integradas e simultâneas, foi construída a partir de um levantamento que aponta os trechos considerados mais críticos nacionalmente e com os maiores índices de acidentes graves.

“Juntando as nossas forças vamos conseguir atingir muito mais cidades e regiões ao mesmo tempo, e a população irá observar que a força da fiscalização vai estar muito maior por conta desta integração. Vale lembrar que não é uma operação somente do Detran/AL, é uma ação de todos os órgãos em busca de salvar mais vidas”, enfatizou o diretor-presidente da autarquia, Antônio Carlos Gouveia”

As operações de verão que também conta com o apoio de outros órgãos de trânsito fiscalizadores, serão estendidas até março de 2017 com um acréscimo e plano de trabalho mais intenso, proporcionando segurança, conforto e fluidez nas estradas alagoanas.

EDUCAÇÃO

Por uma nova Alagoas, focado em promover a mudança de comportamento da população, o departamento de trânsito deu início nesta sexta-feira, a campanha educativa de verão que tem o intuito de alertar os condutores sobre as principais infrações cometidas, dando dicas de segurança no trânsito durante este período.

A campanha fará uso das mídias tradicionais como anúncios em sites, filmes na TV e redes sociais, além de ações educativas, nas praias e lugares de alto tráfego, utilizando uma linguagem jovem, alegre e interativa, e arte-educadores farão os alertas necessários para que mais vidas sejam preservadas em nosso Estado.

 

Fonte: Agência Alagoas

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey