porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Deic e 3º BPM evitam sequestro de gerente do BB



d985bd01090113d5c682cff917f71c98_L

por Jaime Feitosa

Uma operação conjunta da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) e do 3º Batalhão da Polícia Militar, sediado em Arapiraca, abortaram o sequestro do gerente do Banco do Brasil (BB) daquela cidade, na tarde desta segunda-feira (25).

 

Dois sequestradores foram presos, sendo identificados como Cláudio Marcelo Rinco, 44 anos, natural de São Paulo, e Rivonaldo Bezerra Leite, 43, da Paraíba. Eles estavam em um automóvel Celta, de cor preta, que foi apreendido pela polícia, e se preparavam para sequestrar o gerente na porta do banco.

 

De acordo com as investigações, os dois fazem parte da quadrilha que, no dia 31 de outubro passado, manteve o gerente e o tesoureiro do BB de Delmiro Gouveia como reféns, levando alta soma em dinheiro da agência bancária.

 

A delegada Ana Luíza Nogueira, diretora da Deic, informou que não existem dúvidas de que eles participaram daquele sequestro, pois foram reconhecidos por vítimas e também existem filmagens da ação criminosa.

 

A delegada revelou ainda que, desde a data do sequestro, a polícia vem realizando investigações para identificar e prender os integrantes da quadrilha.

 

O trabalho acabou evitando mais um sequestro – o do gerente da agência do BB de Girau do Ponciano, numa ação policial que contou com o apoio do Pelopes (Pelotão de Operações Especiais) da região.

 

A quadrilha da qual os sequestradores presos fazem parte é tida como muito perigosa, tendo atuação em diversos estados do Nordeste, nessa modalidade de crime, conhecida como “sapatinho”, onde os criminosos mantêm os gerentes de banco e suas famílias como reféns enquanto realizam o roubo.

 

Cláudio Marcelo Rinco e Rivonaldo Bezerra Leite estavam em Alagoas com documentos falsos, e a polícia já sabe que a quadrilha deles praticou sequestros para roubar bancos no Rio Grande do Norte, Sergipe, Paraíba, Pernambuco, Bahia e São Paulo.

 

Rivonaldo já esteve preso pelo sequestro do gerente do Banco do Brasil da cidade de Lagarto, em Sergipe, tendo fugido do presídio do município. Ele é tido como o maior ladrão de bancos do Nordeste, na modalidade “sapatinho”.

 

Cláudio Rinco fugiu de diversos presídios, tendo sido resgatado por comparsas de forma cinematográfica em uma das fugas.

Os dois foram levados para a sede da Deic e autuados em flagrante

Foto -DEIC


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey