porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


CSA empata com o ASA no clássico alagoano e continua na liderança



(Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

O clássico alagoano na Série C não teve vencedor. Em Arapiraca, ASA e CSA empataram sem gols na noite deste sábado e a situação dos times não mudou muito na tabela. Agora com 19 pontos, o Azulão segue na liderança do Grupo A. Com 11, o Alvinegro caiu uma posição e está em oitavo, ameaçado pela zona de rebaixamento.

Este foi o quinto empate do ASA em seis jogos. Não perdeu desde a chegada do técnico Marcelo Vilar, mas também venceu apenas uma vez.

O CSA, que estreou o meia Edinho e o centroavante Angulo, faz as duas próximas partidas em Maceió. O equatoriano não reclamou do resultado deste sábado.

– Foi uma partida difícil, mas conquistamos um ponto importante. Agora, diante da nossa torcida, vamos tentar fazer o melhor no próximo jogo – comentou Angulo, que teve três chances de gol no clássico.

O CSA volta a campo apenas no dia 23, no Rei Pelé. O duelo, válido pela 11ª rodada, será contra o Sampaio Corrêa, às 16h. No dia 24, o ASA vai encarar o Remo, às 21h, no Mangueirão, em Belém.

Primeiro tempo ruim

O jogo foi fraco no primeiro tempo. O campo ruim, pesado, atrapalhou muito. Precisando vencer, o ASA ficou mais com a bola, deu trabalho a Mota em jogadas alçadas na área, mas não criou nada especial. O CSA teve chance num lance em que Thales atrapalhou Lobão na área, e numa finalização do estreante Angulo. Edinho fez boa jogada, aos 30 minutos, e serviu ao centroavante, que foi apertado por Everton e concluiu mal. Esta foi a melhor oportunidade da primeiara etapa.

Jogo mais aberto na etapa final

O segundo tempo foi bem melhor. Mais agressivo, o CSA teve duas chances seguidas com Angulo. Celsinho cruzou na medida, da direita, o centroavante se antecipou a Eron e finalizou para fora. Na sequência, Daniel Costa colocou a bola na cabeça de Angulo, que testou com firmeza, aos seis minutos. Carlão fez uma linda defesa. Um pouco antes, o ASA chegou numa cabeçada de André Lima. Mota pegou.

Aos 13 minutos, Edinho recebeu na área do ASA, se livrou do marcador e bateu: com os pés, Carlão fez outra grande defesa. O ASA deu o troco aos 23, com Jean Carlos, que passou pelos marcadores e finalizou da entrada área: Mota defendeu com o pé. No fim, Jean, de novo, chutou de longe e assustou o goleiro do CSA.

*Com Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey