porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


CSA bate o Comercial com facilidade e mantém a 1ª colocação do Grupo B

Esta foi a primeira vitória do técnico Estevam Soares após o retorno ao Azulão



csa

O técnico Estevam Soares conquistou a primeira vitória desde o retorno ao CSA. Depois de dois empates, o treinador viu o Azulão vencer o Comercial sem dificuldades na noite desta quarta-feira por 3 a 0, gols de Pedro Silva, Daniel Costa e Jefferson Maranhense. O triunfo mantém o time do Mutange na ponta do Grupo B do returno, agora com 12 pontos.

Autor de um gol na partida, Daniel Costa aprovou a atuação do CSA.

– Precisávamos dessa vitória, porque vínhamos de dois resultados de empate, que permitiram aos adversários encostarem. O CSA fez uma partida muito segura hoje, e sábado tem que fazer a mesma coisa para conseguir mais uma vitória – comentou o meia.

O Comercial ficou nos seis pontos, mas ainda não está na zona de rebaixamento por ter saldo melhor que o penúltimo colocado, o CEO (4 x 3). Na próxima rodada, o Azulão vai visitar sábado o CSE no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira, às 15h15m. Domingo, o Comercial vai jogar contra o Murici, às 15h15m, no Estádio Teotônio Vilela, em Viçosa.

Primeiro tempo

O CSA começou mal a partida, com dificuldades para organizar as jogadas ofensivas. O Comercial se assanhou e acertou a trave do Azulão com um chute calibrado de Valdeir, aos 10 minutos. A torcida já estava apreensiva quando, aos 20 minutos, o CSA, enfim, se impôs. Santos acionou Pedro Silva no campo ofensivo, e o lateral bateu de primeira, de longe, no canto do goleiro Tiago, marcando um belo gol no Rei Pelé.

O Canarinho tentou dar o troco rapidamente, com Neto Viçosa, que achou uma brecha na marcação e chutou com veneno, dando um susto no goleiro Pantera. O Comercial ainda teve outra chance aos 34 minutos. Pio cobrou falta, Pantera deu rebote e Neto bateu prensado com a defesa. Aos 43, Jeferson Maranhense recebeu de Daniel Costa, passou pelo defensor, tirou do goleiro Tiago e foi derrubado: pênalti. Daniel Costa executou a cobrança com força, no canto, sem dar chances de defesa ao goleiro do Canarinho: 2 a 0.

Segundo tempo

Estevam ainda aumentou a força ofensiva do CSA para o segundo tempo, sacando o lateral-esquerdo Mineiro e apostando no meia Williams Vassoura. A postura mudou e o Azulão voltou a campo pressionando. Aos dois minutos, Pedro Silva avançou com liberdade e tocou para Jeferson Maranhense, que arrematou, de direita, com efeito, e marcou o terceiro gol.

Com boa vantagem no marcador, o Azulão passou a tocar a bola com tranquilidade, até para evitar o desgaste dos jogadores. Aos 22 minutos, Daniel Costa bateu falta com veneno e obrigou o goleiro Tiago a fazer uma linda defesa. Perto do fim do jogo, Lucas entrou livre e desperdiçou ótima chance de fazer o quarto.

CSA 3 X 0 COMERCIAL

Pantera; Pedro Silva, Roberto Dias e Mineiro (Williams Vassoura); Léo Maceió, Lucas, Santos e Daniel Costa; Jeferson Maranhense (Uederson) e Dinei (Robson).

Tiago; Gustavo (Zé Carlos), Gamarra, Jean e Valdeir; Pio, Adriano (Buiu), Aldo e Felipe (Weliton); Thiago Silva e Neto Silva.

Técnico:  Estevam Soares

Técnico:  Capitão

Gols:  Pedro Silva, Daniel Costa e Jefferson Maranhense (CSA)

Árbitro: Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro

Local:  Estádio Rei Pelé, em Maceió.

 

 

Fonte: Globoesporte


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey