porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Com patrulha nos bairros e mais operações, Seds define plano de ação

Secretário de Defesa Social anunciou estratégia imediata para combate à criminalidade na capital



 

imagem.kmf

O secretário de Estado da Defesa Social (Seds), Eduardo Tavares, reuniu nesta segunda-feira (27) todos os chefes de comando da Polícia Militar, da Polícia Civil e Corpo de Bombeiros para fechar um plano de ação de combate à criminalidade que será colocado em prática no prazo de dez dias.

Entre as principais ações estarão a patrulha nos bairros que serão inseridas nas localidades mais violentos e aquelas com maiores ocorrências de assaltos e a intensificação das operações em localidades diversas de Maceió.

As operações Asfixia e Operação Policial Litorânea (Oplit) – da Polícia Civil – serão restauradas em vários bairros em toda a orla marítima da capital, a exemplo da que ocorreu na última sexta-feira (24) à noite. Já a operação Saturação acontecerá semanalmente com a participação da Força Nacional (FN) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope), inclusive com mandados de busca e apreensão por porte ilegal de armas e drogas.

Além disso, segundo o secretário, as regiões do Polo Cloroquímico, Guaxuma e de outras rotas de saída da capital serão alvos constantes da Operação Muralha, que fará abordagens pontuais em veículos com pessoas suspeitas. Essa ação também terá o apoio da Polícia Civil.

Uma das novidades anunciadas hoje por Tavares é a colocação de quatro viaturas ao longo de toda a Avenida Fernandes Lima para patrulhamento 24 horas. Alguns bairros com alto índice de criminalidade e a orla da capital terão duas guarnições presentes diuturnamente, segundo o secretário.

Essas viaturas terão gravado nas dianteiras, laterais e na parte traseira um número de celular para que a população denuncie ocorrências e possa pedir ajuda.

O secretário informou que reuniu todos os envolvidos na segurança pública para alinhar as estratégias, as novas ações e as operações já em curso. “Quero publicar esse plano no Diário Oficial desta terça-feira e colocá-lo em ação em dez dias. Nossa intenção é desalojar os meliantes e dar uma resposta repressiva aos que cometem crimes”, resaltou Tavares.  “Pretendo com esse encontro de hoje alinhar todas as ações da secretaria. Isso é uma questão de Estado, mas nossa intenção é que a população participe, denuncie e busque nossa ajuda. Segurança pública é uma questão também do cidadão”, completou o secretário.

Participaram do encontro na sede da Defesa Social o comandante da Polícia Militar, Marcus Pinheiro; o comandante do Policiamento do Interior (CPI), coronel Luiz Carlos Ferreira; o comandante do Policiamento da Capital (CPC, tenente coronel  Lima Júnior; comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Gláucio Alcântara, o diretor-geral da Polícia Civil, Carlos Reis, além do juiz de Execuções Penais, Braga Neto.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey