porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Carteira de motorista vai ficar mais cara em 2014



Quem planeja tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) que providencie logo porque em 2014 o preço da habilitação vai ficar mais caro a partir do dia 1º de janeiro. No país, a expectativa é de que o valor cobrado em média a R$ 1.300 tenha um reajuste acima dos 40% podendo atingir até R$ 3mil.

“Se hoje os Centro de Formação de Condutores (CFCs) cobram cerca de R$ 1.300, acreditamos que os valores poderão ficar entre R$ 2.800 e R$ 3 mil”, frisou o presidente da Associação das Autoescolas e diretor do Movimento Autoescola Espírito Santo, Paulo Roberto Rodrigues, em entrevista ao site A Gazeta, do Espírito Santo.

O reajuste acontece a nível nacional em cumprimento à resolução 444/2013 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que obrigava os centros de formação de condutores, ou autoescolas, a adquirirem um aparelho simulador até o mês de junho. Porém o prazo foi prorrogado para 1º de janeiro.

Reajuste é incompatível com a realidade de AL

O secretário do Sindicato dos Centros de Formação dos Condutores de Alagoas (SINDCFC-AL), João Batista, reconhece a nova resolução do Contran, mas não acredita no reajuste anunciado principalmente a nível de Alagoas.

“O incremento tem que ser praticado em cima do preço atual o que deve aumentar cerca de R$ 300. Fazendo uma média, o preço das aulas para CNH de uma categoria aqui no estado passará de R$ 750 para R$ 1.200 enquanto o de duas categorias juntas de R$ 1.200 para R$ 1.600”, explica.

Os dados do SINDCFC revelam que em Alagoas há 803 autoescolas, mas nenhuma tem o simulador. João entende a resolução do Contran mais como lobby para comercializar os simuladores.

“O simulador não é garantia para robustecer o aprendizado do aluno. Essa resolução do Contran é um lobby para vender o equipamento. Cada simulador custa de R$ 38 mil a R$ 40 mil. Fora a manutenção do mesmo, cerca de R$ 1.500 a R$ 2 mil. Muito mais caro do que o preço de um carro, por exemplo, R$ 25 mil”.

Um dos alunos da autoescola Santa Bárbara, no bairro da Jatiúca, em Maceió, Gustavo Carnaúba, considera o preço muito caro. “Eu já acho o preço atual alto pois pago cerca de 700 reais e é com esse reajuste que está sendo anunciado vai ficar mais caro ainda”.

Reunião com o Contran

Batista disse que há mais de 10 reivindicações contra o Contran para impedir que a obrigatoriedade quanto ao uso do simulador valha já no início de 2014. Entre elas, a de que apenas quatro empresas fabricam o simulador no Brasil e outra que as autoescolas de 10 estados, mais o Distrito Federal, ainda não têm biometria.

Amanhã o Movimento Nacional de CFCs vai a Brasília para discutir o tema com o Contran cobrando um prazo estendido ao órgão para a adequação das autoescolas à lei.

“Como a resolução já foi aprovada, aqueles que pretendem tirar a habilitação que ande logo para não pagar mais cara no próximo ano porque a CNH vai aumentar de qualquer jeito devido também ao aumento do preço dos combustíveis anunciado para o começo de 2014”, alertou João Ba


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey