porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Campanha contra exploração sexual segue até o final da Copa

Informativo online alerta sobre crime e estimula as pessoas a denunciarem pelo Disk 100



large (71)A campanha contra a exploração sexual de crianças e adolescentes na atividade turística continua movimentando as redes sociais em Alagoas. Promovida pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur), com o apoio da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH/AL), a campanha – que teve início em maio – pretende conscientizar as pessoas a denunciar a exploração sexual de crianças e adolescentes por meio do “disk 100”.

“Tão importante quanto punir os culpados é denunciar os casos”, diz Mell Bezerra, diretora de Articulação, Negócios e Investimentos da  Setur.  ”É importante lembrar que a denúncia é anônima, as pessoas não precisam se identificar”, completa.

Semanalmente, um informativo digital intitulado “Cartão Vermelho contra exploração sexual de crianças e adolescentes” é distribuído por e-mail aos associados da ABIH/AL, além do Maceió Convention Bureau, Costa dos Corais Convention Bureau e Associação dos Ambulantes e Artesãos da Praia do Francês, que apoiam o projeto.

“Também enviamos o material online a todos os bares, restaurantes, prefeituras e agências de viagem. Enfim, aos principais setores que atuam com o turismo”, diz Mell Bezerra.  A divulgação também é feita pelas redes sociais.

O texto do informativo alerta que é crime submeter crianças e adolescentes à prostituição, com pena de quatro a dez anos de prisão, além do pagamento de multa. O material também aponta que o estabelecimento flagrado promovendo exploração sexual de menores pode ter a licença de funcionamento cassada, e que é crime hospedar em hotéis, motéis e pousadas criança ou adolescente desacompanhado dos pais ou responsáveis.

“É fundamental que os empresários atuem em conjunto com os órgãos públicos e a polícia. Essa luta é de todos nós”, completa Mell Bezerra.  A campanha “Cartão vermelho contra exploração sexual de crianças e adolescentes” segue até o final da Copa do Mundo.

 

Agência Alagoas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey