porno sex sifresiz mac izle online film seyret r57 c99 shell


Advogados escolhem lista sêxtupla para vaga de desembargador do TRT-19ª em votação apertada

Os mais votados foram os advogados: Lula Resende, Marialba Braga, Marcelo Vieira, Felipe Vasconcelos, Severino José da Silva e Gustavo Ferreira.



Advogados escolhem lista sêxtupla para vaga de desembargador do TRT-19ª em votação apertada

Os mais votados foram os advogados: Lula Resende, Marialba Braga, Marcelo Vieira, Felipe Vasconcelos, Severino José da Silva e Gustavo Ferreira.

O processo eleitoral que formou da lista sêxtupla para à vaga de desembargador do Tribunal Regional Eleitoral 19ª Região (TRT-19ª) transcorreu de forma tranquila. O pleito aconteceu durante essa sexta-feira (29), com a participação total de 2393 advogados, totalizando 41% do número de registros. A sede da OAB/AL no Centro ficou lotada durante todo o dia.

A votação teve início às 9 horas e se encerrou às 17 horas. O resultado saiu no início da madrugada deste sábado, às 1h51, após as 13 urnas da capital e as cinco do interior serem abertas e cada voto contabilizado, que indicaram nas primeiras colocações os nomes dos seguintes advogados: Lula Resende com 1.056 (um mil e cinquenta e seis) votos; Marialba Braga com 1.042 (um mil de quarenta e dois) votos, Marcelo Vieira com 997 (novecentos e noventa e sete), Felipe Vasconcelos com 833 (oitocentos e trinta e três), Severino José da Silva com 783 (setecentos e oitenta e três) e Gustavo Ferreira com 682 (seiscentos e oitenta e dois) votos.

Ainda seguindo a votação a advogada Ana Kilza Patriota obteve 630 (seiscentos e trinta votos); seguida pelos advogados José Cordeiro com 449 (quatrocentos e quarenta e nove), Carlos André Sarmento com 380 (trezentos e oitenta), Maria José Vasconcelos Torres com 375(trezentos e setenta e cinco), Wellington Calheiros com 283 (duzentos e oitenta e três), Djalma Mello com 230 (duzentos e trinta) votos, Valgetan Ferreira com 179 (cento e setenta e nove) e José Alexandre Góis com 164 (cento e sessenta e quatro) votos. Além disso, tiveram nove votos brancos e trinta nulos.

Para o presidente da OAB/AL Thiago Bomfim, o vice-presidente Ednaldo Maiorano, os demais membros da diretoria e a Comissão Eleitoral do Quinto Constitucional o pleito pode ser avaliado como bastante positivo, principalmente pela participação dos advogados num momento de escolha que não era obrigatório.

“A Constituição foi muito feliz quando previu essa participação. Não que o advogado seja mais importante que os outros membros, mas em um lugar que funciona como órgão Colegiado, o maior número de visões e suas experiências favorecem ao processo, tanto com a participação de membros do Ministério Público e os juízes”, disse o presidente da OAB/AL.

Thiago Bomfim ressaltou ainda, que esse pleito tem uma grande importância para a categoria, por ser realizado de forma direta. “Em Alagoas, o Quinto acontece de forma direta, com uma escolha que parte dos advogados. Isso torna o pleito ainda mais importante, podemos dizer que até mais que a eleição para presidente. O presidente da Ordem passa apenas três anos, e o escolhido pelo Quinto assume o cargo um cargo vitalício”.

Segundo o vice-presidente da OAB/AL, Ednaldo Maiorano, o Quinto Constitucional é uma vitória da sociedade e da advocacia alagoana. “A relevância de ter-se nos Tribunais, uma composição heterogênea, para o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional muito fecunda e promissora. Tornou-se uma forma civilizada de trazer para os tribunais a vivência e a experiência dos advogados. Isso porque, numa democracia participativa, cada um leva a sua experiência e vivência para aprimorar a prestação jurisdicional”, colocou.

Já o presidente da Comissão Eleitoral, Marcelo Madeiro, falou sobre o sucesso do pleito, que só aconteceu diante da postura dos candidatos durante a campanha. “Tentamos proporcionar aos candidatos uma eleição mais equânime. Salientando que a postura que adotaram, contribuiu para o sucesso durante a realização do pleito”, apontou.

 

ASCOM/OAB

 

 

 

 

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Estadão Alagoas 2016 | Todos os Direitos reservado - Desenvolvido por Interactive Monkey